Ultimas

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Vital do Rêgo é cotado para assumir quatro importantes cargos federais

Depois de ter sido cotado para a vaga de ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) é citado pela mídia nacional como possível substituto do Ministro de Minas e Energia, Edison Lobão (PMDB) que já teria dito a pessoas próximas que entregará o cargo nos próximos dias. 

O parlamentar paraibano ainda é cotado pela mídia nacional como por fontes importantes da política brasileira como provável novo presidente do Senado Federal e para o Ministério da Previdência. 

Previdência e Senado Federal – A coluna nacional de Felipe Patury do jornal O Globo, citou na sua coluna que o parlamentar paraibano considerado um dos nomes mais fortes do PMDB no Senado, Vital do Rêgo (PB), presidente da Comissão de Constituição e Justiça e da CPI da Petrobras, trabalha seu futuro em dois sentidos diversos. 

De um lado, é colocado como possível candidato à sucessão do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). De outro, aparece como possível substituto de Garibaldi Alves (PMDB-RN), caso ele deixe o Ministério da Previdência.

Embora a presidente Dilma Rousseff tenha demonstrado que só fará mudanças nos ministérios depois que voltar do encontro do G20 na Austrália no dia 18 de novembro, começando pela Fazenda, os partidos aliados já têm indicações claras de alguns remanejamentos que serão feitos por ela. 

Um dos ministros não petistas mais prestigiados pela presidente Dilma, Edison Lobão está afastado da cena política há um mês e meio.

Minas e energia – Nesse período, Lobão foi citado em delação premiada no âmbito da Operação Lava-Jato, e seu filho perdeu a corrida pelo governo do Maranhão. Lobão colocará o cargo à disposição de Dilma. 

No dia do segundo turno, ele informou a pessoas próximas que não tem a pretensão de continuar no cargo, no qual ingressou em 2008. Embora a presidente deva se decidir pelo Ministério de Minas e Energia mais à frente, há hoje duas principais possibilidades sobre o destino da pasta. Funcionários do ministério entendem que o cargo exige “estatura política” e, portanto, deve continuar com um nome indicado pela bancada do PMDB do Senado. 

Entre os nomes citados por essa corrente está do o senador Vital do Rêgo. Dilma só anunciará mesmo as provável mudanças quando voltar do G20 no dia 18 de novembro. Ainda segundo o Globo, todos os ministros estão sendo orientados por Aloizio Mercadante a apresentarem uma carta de demissão à presidente Dilma Rousseff no dia 18 de novembro. O gesto evitaria constrangimentos com as substituições que serão feitas para o próximo governo.

TCU – Esta semana o Estadão publicou que o senador Vital do Rêgo, estaria cotado para assumir uma vaga de ministro no Tribunal de Contas da União no lugar do ex-deputado José Jorge (PE) deve se aposentar este mês. 

De acordo com reportagem do Estadão, a indicação para a vaga de ministros para o TCU é feita através de rodízio e a próxima indicação deverá ser do Senado. Entre outros, o nome do senador paraibano Vital do Rêgo Filho que preside as duas CPIs da Petrobras é uma das opções e ainda de acordo com a publicação ” é um dos peemedebistas mais alinhados com o Planalto no Congresso”. Confira a coluna de Felipe Patury do Globo na integra: Vital do Rêgo mira no Senado e na Previdência Felipe Patury Um dos nomes mais fortes do PMDB no Senado, Vital do Rêgo (PB), presidente da Comissão de Constituição e Justiça e da CPI da Petrobras, trabalha seu futuro em dois sentidos diversos. De um lado, coloca-se como possível candidato à sucessão do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). De outro, aparece como possível substituto de Garibaldi Alves (PMDB-RN), caso ele deixe o Ministério da Previdência.

As apostas de Vital do Rêgo mostram como está conturbado o cenário no Senado. Se quiser, Renan Calheiros é considerado favorito para ficar no cargo. 

Seu óbice está nas investigações da Operação Lava Jato, que atingiram o presidente da Transpetro, Sérgio Machado, a quem Renan é vinculado. Garibaldi Alves é apontado como um nome que teria a simpatia do Planalto para substituí-lo. O atual líder do partido no Senado, Eunício Oliveira, também é um forte candidato. 

Vital do Rêgo entrou na parada há duas semanas. Há ainda um nome nessa equação: o líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB), perdeu a eleição para o governo do Amazonas e espera ser contemplado pelo Planalto.

Mais notícias AQUI, curta a fanpege do jornal folha informa AQUI.





Por João Batista e , Aguiar.
jornal folha informa
Foto: Barbosa

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 jornal folha informa
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates