Ultimas

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Cubati fica forra das cidades com alto risco de surto de dengue, segundo MS

Foto da InternetMS G1-PB

Brejo dos Santos é o município paraibano com maior risco de infestação, apresentando larvas do mosquito transmissor em 21,7% dos prédios vistoriados. A lista com as cinco cidades da Paraíba com pior Índice de Infestação Predial (IIP) é completada pelas cidades de Serra Branca (13,7%), Brejo do Cruz (13,5%), Livramento (13%) e Alagoa Nova (11,3%). (Confira abaixo a lista com todas as cidades em condição de risco)
Pelo menos 54 cidades da Paraíba estão em situação de risco de surto de dengue. Foi o que apontou o Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (Liraa), divulgado pelo Ministro da Saúde, Marcelo Castro, na terça-feira (24). O número corresponde a 35,5% dos 152 municípios do Nordeste em situação de risco e a 27,1% do total de 199 cidades brasileiras nesta condição.



Ainda conforme dados divulgados pelo Liraa, a Paraíba possui outros 107 municípios em situação de alerta e outros 55 em condição satisfatória. Integraram o estudo do Ministério da Saúde 216 dos 223 municípios paraibanos, conforme a lista completa com 1.792 municípios brasileiros, divulgada pelo MS na internet. As duas maiores cidades da Paraíba, João Pessoa e Campina Grande também figuram na lista, mas em condições opostas. João Pessoa faz parte da lista das capitais em situação considerada satisfatória, com apenas 0,3% dos prédios investigados com presença das larvas do Aedes aegypti. Campina Grande, por sua vez, integra a lista de cidades paraibanas em condição de risco, com um percentual de 6%.

As cidades de Cuité, Picuí, Frei Martinho, Pedra Lavrada e Seridó, localizadas no Curimataú e Seridó paraibano, estão incluidas na relação do Ministério da Saúde.

Realizado em outubro e novembro, o LIRAa teve adesão recorde para este período do ano, com 1.792 cidades participantes, aumento de 22,4% se comparado ao número de municípios em 2014. A pesquisa é um instrumento fundamental para o controle do Aedes aegypti. Com base nas informações coletadas, o gestor pode identificar os bairros onde estão concentrados os focos de reprodução do mosquito, bem como o tipo de depósito onde as larvas foram encontradas.

Casos registrado de dengue na Paraíba
O Liraa ainda informou os casos notificados de dengue na Paraíba nos primeiros 10 meses de 2015. Foram 19.381 casos somente neste período, ocasionando uma média de 502,8 casos para grupos de cada de 100 mil habitantes. No mesmo período em 2014, o Ministério da Saúde havia registrado 5.353 casos, uma média de 135,7 casos a cada 100 mil habitantes.

Lista de cidades paraibanas em condição de risco de surto de dengue, segundo MS




Cidades em risco de surto de dengue

Índice de Infestação Predial (IIP) em %


Água Branca

11


Alagoa Grande

6,4


Alagoa Nova

11,3


Arara

5,1


Aroeiras

6,7


Belém de Brejo do Cruz

4


Bernadino Batista

7,3


Bonito de Santa Fé

4,7


Brejo do Cruz

13,5


Brejo dos Santos

21,7


Cacimba de Dentro

4,1


Cajazeiras

9,5


Campina Grande

6


Caraúbas

6,8


Catolé do Rocha

7,9


Cuité

6


Desterro

5,8


Fagundes

9,9


Frei Martinho

5,3


Imaculada

5,3


Ingá

5,3


Itabaiana

5,8


Itatuba

5,8


Juarez Távora

5


Juripiranga

5,9


Juru

5,2


Lagoa Seca

5,8


Livramento

13


Malta

5,7


Massaranduba

4,6


Mato Grosso

6,1


Maturéia

4,6


Mogeiro

4,4


Mulungu

4,3


Ouro Velho

9,1


Pedra Lavrada

5


Picuí

6,8


Pilar

5


Pirpirituba

5,1


Pocinhos

4,5


Prata

5,9


Princesa Isabel

5,4


Puxinanã

6,7


Riacho dos Cavalos

6,5


Santa Teresinha

4,6


São Bento

8,6


São João do Tigre

5,1


São João do Rio do Peixe

5,5


São José dos Ramos

5


Seridó

4,4


Serra Branca

13,7


Solânea

8


Sousa

5,4


Teixeira

7,1












Foto da Internet

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 jornal folha informa
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates