Ultimas

terça-feira, 5 de abril de 2016

Hoje o Barça enfrenta o Atlético de Madrid.

Por
G1

Time de Madri perdeu seis últimos jogos para rival e pode ver craque, que o tem como maior vítima, marcar gol 500. Mas quer reviver glória de 2014, quando eliminou culés


Com qual faceta o Atlético de Madrid disputará as quartas de final da Liga dos Campeões contra o Barcelona? A de freguês recente, uma vez que perdeu os últimos seis jogos para o rival? A de vítima de Messi, que o tem como alvo preferido ao lado do Sevilla? Ou a de carrasco, revivendo a temporada 2013/14, quando eliminou o Barça também nas quartas na única vez em que se cruzaram no torneio continental? A resposta começa a ser dada nesta terça, com a partida de ida no Camp Nou, às 15h45 (de Brasília) e com transmissão ao vivo da TV Globo e do GloboEsporte.com. A volta será na quarta da semana que vem, no Vicente Calderón.
Os números de Messi contra o Atlético de Madrid são realmente espetaculares. Ele já balançou as redes colchoneras 25 vezes, o que os torna líderes na lista de maiores vítimas do craque argentino, empatados com o Sevilla. Nesta terça, Messi tem a chance não só de isolar o Atlético nessa liderança negativa, mas de marcar o histórico gol de número 500 de sua carreira. O camisa 10 acumula 499 no currículo e está a apenas um do feito.
Em quem vc aposta ?
                  X          
           

Messi infográfico gols (Foto: INFO:Claudio Assis, Maurício Ribeiro e Silvia Plastino)Infografia GloboEsporte.com: Claudio Assis, Maurício Ribeiro e Silvia Plastino
Messi infográfico gols (Foto: INFO:Claudio Assis, Maurício Ribeiro e Silvia Plastino)Infografia GloboEsporte.com: Claudio Assis, Maurício Ribeiro e Silvia Plastino
Mas o Atlético não quer ficar marcado na história de Messi, e sim na da Champions. Há duas temporadas, surpreendeu o favorito Barcelona ao se classificar com um empate por 1 a 1 fora de casa e uma vitória por 1 a 0 em Madri. De lá para cá, os catalães foram campeões na temporada passada e agora estão firmes na luta pelo bicampeonato. Novamente azarão, o Atlético tenta repetir a façanha.
Ataque imponente x defesa poderosa
O jogo é também um duelo de estilos. O melhor ataque do mundo, abrilhantado pelo trio MSN - Messi, Suárez e Neymar -, vai enfrentar a melhor defesa da Espanha, talvez da Europa, comandada em campo pelo uruguaio Diego Godín, que está de volta após se recuperar de lesão, e fora dele pelo técnico Diego Simeone, que em seus tempos de jogador era conhecido pela forte marcação e pela liderança. Qual dos estilos vencerá? Certo é que ambos fazem sucesso, já que Barça e Atlético são, respectivamente, líder e vice-líder do Campeonato Espanhol - a vantagem dos culés é de seis pontos a sete rodadas do fim da competição.
Barcelona: - 2° melhor ataque do Campeonato Espanhol (atrás do Real Madrid).
- 3° melhor ataque da Champions (atrás de Bayern e Real).

Atlético de Madrid: - Melhor defesa do Espanhol.
- Melhor defesa da Champions (ao lado de Real e PSG).
Ao lado de Real Madrid e PSG, o Atlético tem a melhor defesa da Liga dos Campeões, com apenas três gols sofridos em oito jogos - o Barcelona levou cinco. E tem a melhor defesa disparada do Espanhol, com 15 gols sofridos em 31 partidas - o Barça e o Villarreal vêm em segundo, com 26.
O time catalão, por sua vez, tem incríveis 87 gols feitos no Espanhol e só está atrás do Real, que tem 89 - o Atlético é terceiro na lista, com 51. E, na Champions, tem o terceiro melhor ataque, com 19 gols, atrás de Bayern de Munique (25) e Real (23) - Atlético tem 11.
Não é só a tarefa de furar o bloqueio defensivo que deixa Luis Enrique atento. O treinador do Barça, em coletiva de imprensa na véspera do duelo, enalteceu outras qualidades do rival, que também conta com jogadores habilidosos, como o francês Griezmann.
- O Atlético tem muitas opções para nos causar problemas. Eles podem nos causar problemas nas transições, nas bolas paradas... É um time muito perigoso, por isso está nas quartas de final da Liga dos Campeões e é nosso principal perseguidor no Campeonato Espanhol.
Luis Enrique, por sinal, não vê a hora de conquistar uma vitória para esquecer o último jogo, derrota em casa por 2 a 1 para o Real Madrid, resultado que encerrou a série invicta de 39 partidas do Barcelona. Mas o time parece não ter deixado a peteca cair e, no treino de segunda-feira, mostrou as habituais alegria e animação, com sorrisos e brincadeiras.
Montagem-Diego-Simeone-e-Messi (Foto: infoesporte)Simeone, comandante do Atlético, arma defesa para segurar o Barça - e evitar o gol 500 de Messi (Foto: Infoesporte)

Pelo lado do Atlético de Madrid, Simeone não quer saber de empate, apesar de estar jogando fora de casa. Pelo menos foi o que ele disse ao ser perguntado sobre qual seria um bom resultado para o time nesta terça.
- Um bom resultado no Camp Nou é ganhar - afirmou.
Ao mesmo tempo em que pensa na vitória, Simeone sabe que estará diante do melhor time do mundo na atualidade. Por isso, qualquer desatenção pode ser fatal
- O importante é que os 18 relacionados para o jogo entendam que um minuto é a vida.
Prováveis escalações:
Barcelona: Ter Stegen, Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Jordi Alba; Busquets, Rakitic e Iniesta; Messi, Suárez e Neymar. Técnico: Luis Enrique.
Atlético de Madrid: Oblak, Juanfran, Lucas Hernández, Godín e Filipe Luís; Augusto Fernández, Gabi, Koke e Saúl Ñiguez; Griezmann e Fernando Torres. Técnico: Diego Simeone.
Árbitro: Felix Brych (Alemanha)
Assistentes: Mark Borsch (Alemanha) e Stefan Lupp (Alemanha)

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 jornal folha informa
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates