Ultimas

terça-feira, 12 de abril de 2016

Vereador acusado de participar de sessões bêbado recebe cartão do Bolsa Família na PB

G1 PB



Ele diz que recebeu por engano e acionou polícias e Ministério Público. Irmão do parlamentar também recebeu cartão do programa

Imagem divulgação internet
O vereador da cidade de Piancó, no Sertão paraibano, Antônio Azevedo Xavier (PTN), conhecido por Hermógenes, recebeu um cartão do Programa Bolsa Família, que dá a ele direito a um benefício de R$ 77 por mês. O parlamentar diz que não sabe o motivo de ter recebido o cartão.

Antônio Azevedo, que tem 63 anos, explica que foi fazer um cartão destinado aos idosos. "A entrevistadora mandou eu assinar um documento em branco sem ver o conteúdo do documento que ela me apresentou", afirmou o vereador.

O parlamentar diz que quando recebeu pelos Correios o cartão do Bolsa Família imediatamente foi até a delegacia da Polícia Civil e fez um boletim de ocorrência. Ele também afirma que foi ao Ministério Público da Paraíba e uma promotora o orientou a comunicar o caso a Polícia Federal.

O irmão do parlamentar, que é suplente de vereador, Assuélio Xavier, também recebeu um cartão do programa federal. A reportagem da TV Paraíba procurou o suplente e a Secretaria de Assistência Social de Piancó, mas eles não quiseram se posicionar sobre o caso.

Mais polêmica

Antônio Azevedo se envolveu em outra polêmica no mês de fevereiro de 2016. O vereador foi acusado pelo presidente da Câmara de Piancó, Pedro Aureliano, de participar de sessões bêbado. Ele negou as acusações e disse que tomava doses de uísque por 'recomendação médica'.

“Todos os parlamentares aqui bebem. Eu mesmo tomo cinco ou seis doses de uísque por dia, mas por recomendação do meu cardiologista”, disse ele, acrescentando, entretanto, que consome bebidas somente pela manhã e que as sessões ocorrem à noite.

Por causa da suspeita, O Poder Legislativo gastou R$ 1.605 com o kit para o teste do bafômetro, que inclui 100 refis, comprado em outubro do ano passado. Pedro Aureliano conta que um dia uma garrafa de uísque caiu no meio do plenário. "Em uma determinada sessão, os vereadores tiveram uma discussão ríspida em plenário e um litro de uísque caiu do bolso do paletó de um parlamentar, o que é inaceitável", disse o presidente.

Postar um comentário

 
Copyright © 2013 jornal folha informa
Traduzido Por: Template Para Blogspot - Design by FBTemplates