Publicidade

Campina Grande prorroga prazo de cadastramento para auxílio de R$ 400

Pacote econômico está orçado em R$ 1,6 milhão e tem caráter suplementar ao auxílio emergencial do Governo Federal


Imagem ilustrativa | Foto: USP Imagens

Campina Grande prorrogou até a próxima sexta-feira (16) o prazo para cadastramento Programa Municipal de Apoio às Famílias e Estímulo à Economia. Mais de quatro mil pessoas já se cadastraram.

Esta é a segunda alteração na data de inscrição no programa. Inicialmente, o cadastro se encerraria em 9 de abril, mas, devido à suspensão temporária do site, o prazo mudou para esta quarta (14).

A presidente da Agência Municipal de Desenvolvimento (Amde), Alana Carvalho, explicou que mais de 13 mil pessoas acessaram a plataforma e apresentaram alguma dificuldade no processo de cadastramento ou deixaram de anexar documentos necessários para conclusão do cadastro. Por este motivo, a prefeitura decidiu prorrogar o prazo.

O Programa Municipal de Apoio às Famílias e Estímulo à Economia concederá uma espécie de auxílio emergencial para trabalhadores prejudicados financeiramente pela pandemia do novo coronavírus. O benefício será dividido em duas parcelas de R$ 200 e até 4 mil pessoas poderão ser beneficiadas.

A análise cadastral acontecerá a partir da próxima segunda-feira (19) e a previsão de conclusão é para o dia 30 deste mês, quando também será efetuado o pagamento da primeira parcela. Passados 30 dias, a segunda parcela será depositada na conta do beneficiário.

Conforme estabelecido pela Prefeitura de Campina Grande, podem concorrer ao auxílio pessoas físicas com idade a partir de 18 anos, residentes no município e que se encaixem em uma das condições abaixo:

Motoristas de transportes escolares, públicos ou privados cadastrados perante o Município de Campina Grande
Músicos ou profissionais da música que não foram contemplados com nenhum auxílio assistencial
Pessoas que perderam seus empregos nos últimos 12 meses e não foram contempladas pelo seguro-desemprego nos últimos 60 dias

Garçons, recepcionistas e maîtres que atuavam em restaurantes, bares e lanchonetes
Decoradores de festas
Cerimonialistas
Vendedores ambulantesa


Por portal correio
R. jornal folha informa

Postar um comentário

0 Comentários