Publicidade

Voluntário de ONG desviou 60 cilindros de oxigênio em Manaus

Imagem ilustrativa do google

Um voluntário da ONG SOS Amazônia foi preso nesta semana após desviar mais de 60 cilindros de oxigênio para revenda ilegal no Amazonas, estado que sofreu colapso no sistema de saúde no início do ano. As informações são do programa Fantástico, da TV Globo. O voluntário João Victor Araújo da Silva transportava cilindros doados a hospitais da região, mas desviava parte dos itens e revendia a preços superfaturados pela internet. "Ele se infiltrou numa organização sem fins lucrativos que distribui oxigênio às pessoas que mais precisavam nas estruturas hospitalares e lá de dentro começou a desviar oxigênio e revender a preços superfaturados, lucrando com a desgraça dos outros", explicou a Delegada Emília Ferraz.

No auge da crise de desabastecimento no Amazonas, João Victor chegou a revender o produto por R$ 6 mil. Os cilindros de oxigênio eram vendidos em páginas de comércio online, com perfis que permitiam identificar João Victor, mas o furto só foi investigado após um empresário alertar a SOS Amazônia que cilindros com a marca da ONG estavam sendo vendidos na internet. O caso foi comunicado à polícia, que conseguiu rastrear João Vitor. Segundo a investigação, após a crise de saúde no Amazonas, o falso voluntário começou a procurar "clientes" em outros estados. Em um áudio recuperado pela polícia, João Victor diz que o furto "não dá B.O. não". 

Foram R$ 140 mil reais arrecadados por João Victor em 6 meses, que, segundo investigação da polícia, começou a gastar dinheiro em festas e viagens — mesmo em meio à crise.

Além de João Victor, uma mulher que armazenava os cilindros roubados em casa também foi presa.

Postar um comentário

0 Comentários