Publicidade

Chuva de meteoros atinge ápice nesta madrugada e cerca de 40 ‘estrelas cadentes’ serão vistas por hora no céu da Paraíba

Eta Aquáridas acontece sempre que a Terra atravessa a parte mais densa da trilha de detritos deixada pelo Cometa Halley


Imagem ilustrativa do google

A madrugada de quarta (5) para quinta-feira (6) reserva um grande espetáculo no céu para quem gosta de Astronomia. A chuva de meteoros Eta Aquáridas atinge seu momento de maior intensidade, proporcionando a observação de dezenas de meteoros por hora. Na Paraíba, o fenômeno começará a ser visível a partir da 1h, mas os meteoros só vão ficar mais frequentes a partir das 2h30. O ápice será no final da madrugada, antes do crepúsculo matutino.

“A melhor estratégia para observar essa chuva será acordar por volta das 2h da manhã e aproveitar os meteoros até o amanhecer. Procure um quintal, jardim, varanda ou qualquer área que lhe forneça uma boa visão do céu. De preferência um local escuro ou o mais escuro possível”, recomenda Marcelo Zurita, da Associação Paraibana de Astronomia (APA).

De acordo com Marcelo Zurita, os meteoros aparecerão em todas as partes do céu. Não é preciso telescópios, câmeras e nem de nenhum equipamento especial para observar a chuva.

“A Paraíba fica em uma região privilegiada para observação dessa chuva. Se as condições meteorológicas não atrapalharem, poderão ser observados até 40 meteoros por hora em locais mais afastados das luzes das grandes cidades. Essas luzes são prejudiciais porque ofuscam as estrelas e os meteoros mais tênues, então, se você está em uma cidade, procure desligar o máximo de luzes ao redor antes de iniciar as observações”, orienta.

A Eta Aquáridas acontece todos os anos, a partir de 21 de abril, quando a Terra atravessa a parte mais densa da trilha de detritos deixada pelo Cometa Halley. Cada pequeno fragmento deixado pelo cometa, ao atravessar a atmosfera em alta velocidade, gera um meteoro e provoca o fenômeno luminoso popularmente conhecido como “estrela cadente”. A chuva Eta Aquáridas fica em atividade até 12 de maio.


Por portal correio
R. jornal folha informa

Postar um comentário

0 Comentários