Publicidade

Polícia localiza corpo em estado de decomposição que pode ser de mototaxista desaparecido, na PB


Documentos de identificação de Haroldo foram encontrados junto ao corpo, mas a confirmação de que o corpo é do mototaxista deve ser feita apenas após a realização de um exame de DNA, segundo a Polícia.

A Polícia Civil localizou nesta terça-feira (15) um corpo que pode ser o do mototaxista cearense Haroldo Campos Medeiros, desaparecido desde o último dia 30 de maio. O corpo foi encontrado em estado de decomposição em um matagal nas proximidades da BR-230, em Cajazeiras, no Sertão da Paraíba.

Segundo o delegado Ilamilton Simplício, de Cajazeiras, partes do corpo de um homem estavam espalhadas em um matagal no km 511 da BR-230, junto com peças de uma motocicleta quebrada.


A região onde a ossada foi encontrada não é visível a quem passa pela pista, e somente após a população indicar indícios de um corpo é que a polícia deu início as investigações. O local passou por perícia, e a suspeita inicial é de que o homem tenha sido vítima de um acidente de trânsito.

Documentos de identificação de Haroldo foram encontrados junto ao corpo, mas apenas depois da conclusão do laudo pericial, com recolhimento de DNA, é que a suspeita pode ser confirmada. Um processo que, segundo o delegado, dura em média 30 dias.

A família do mototaxista foi avisada pela polícia sobre a suspeita. Segundo os parentes, Haroldo saiu para trabalhar no dia 29 de maio pela manhã e não voltou mais. Ele participou de um aniversário nas proximidades da Avenida Ministro José Américo de Almeida.

Após a festa, na madrugada do dia 30, o mototaxista teria ido deixar um amigo em casa e saído em direção a Ipaumirim, cidade do Ceará. Desde então, ele nunca mais foi visto.



Por G1 PB
R. jornal folha informa

Postar um comentário

0 Comentários