Publicidade

Ministério da Saúde investe R$ 4,5 milhões para ampliar tratamento de câncer na Santa Casa de Sobral (CE)

 Foto: Dyelle Menezes/Ministério da Saúde

C
om 96 anos de história, a Santa Casa de Misericórdia de Sobral (CE) dá mais um passo no atendimento à população por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). Com o investimento de R$ 4,5 milhões, o Ministério da Saúde inaugura um acelerador linear para o tratamento de pacientes com câncer do município e região.

Os recursos foram investidos na compra do equipamento, no valor de R$ 2 milhões, e mais R$ 2,5 milhões voltados às obras e instalação dos serviços. Para auxiliar no custeio das sessões de radioterapia a serem realizadas pela nova estrutura, o Ministério da Saúde publicou portaria liberando R$ 2 milhões anuais.

Durante a cerimônia de inauguração, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, afirmou que a Santa Casa de Sobral ganha um importante aparelho para continuar prestando assistência em saúde para a população cearense. “O Brasil, por meio do SUS, tem uma rede de assistência ao câncer muito grande, integrada por unidade de alta complexidade oncológica e pelos centros de alta complexidade oncológica. Essa instituição é estratégica e prioritária para assistência ao câncer no estado do Ceará”, disse.

O acelerador possibilita o tratamento de quase todos os tipos de cânceres e tumores com maior precisão e com menos efeitos colaterais para o paciente. O aparelho tem capacidade para atender mais de 50 pacientes por dia. Em média, o paciente espera menos de sete dias para receber o atendimento.

Para o Dom José Luiz Gomes de Vasconcelos, bispo da Diocese de Sobral e provedor do Complexo Santa Casa, destacou que o investimento realizado pelo Ministério da Saúde complementa o trabalho desenvolvido pela instituição há quase um século. “Somos uma histórica casa de saúde que, ao longo de quase um século, com experiência adquirida, profissionalismo e humanização, procura salvar vidas de pessoas de 55 municípios dessa macrorregião cearense. Somos todos Santa Casa de Misericórdia de Sobral”, disse.

A iniciativa é parte do Plano de Expansão da Radioterapia no SUS (PER-SUS) promovido pelo Ministério da Saúde desde 2012. O objetivo é expandir, atualizar e melhorar a prestação do serviço de radioterapia nas unidades hospitalares habilitadas para a assistência de alta complexidade em oncologia na rede pública de saúde.

Mais noticias aqui.

Queiroga destacou que as Santas Casas, como a de Sobral, vêm ao longo do tempo prestando relevantes serviços para o Brasil. “[Essas unidades] respondem por cerca de 60% da atenção especializada a saúde [no Brasil], que realizam procedimentos cardiovasculares, de oncologia e de terapia intensiva. Esses hospitais complementam de maneira muito forte a assistência à saúde no SUS”, afirmou o ministro.

Fortalecimento do SUS

Durante a cerimônia de inauguração do equipamento, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, também acompanhou o lançamento da pedra fundamental das obras para a construção de leitos de ampliação da Estratégia Rede Cegonha, que tem como foco ações de saúde da mulher e saúde da criança. Os leitos são para Unidades de Cuidados Intermediários Convencionais (UCINCo) e de Unidades de Cuidados Intermediários Canguru (UCINCa) no hospital.

O ministro também esteve no Hospital do Coração de Sobral, um dos principais braços da Santa Casa de Misericórdia. Queiroga visitou as instalações da unidade, que foram inauguradas em 1996. A instituição é referência em cardiologia para pacientes de Sobral e do Ceará. Além disso, a unidade possui habilitações junto ao Ministério da Saúde em assistência de alta complexidade cardiovascular, cirurgia cardiovascular e procedimentos em cardiologia intervencionista.


Gustavo Frasão
Ministério da Saúde
R. jornal folha informa

Postar um comentário

0 Comentários